Colunistas

13/01/2016 21:15 - Atualizado em 13/01/2016 21:15
Curiosidades sobre os golfinhos
Katia Ramos

Golfinhos são mamíferos da ordem dos cetáceos, a mesma das baleias. Estão divididos em duas famílias: a Delphinidae, com 30 espécies de água salgada; e a Platanistidae, com quatro de água doce.

Os cientistas possuem evidências indiscutíveis de que mamíferos marinhos como focas, morsas, baleias e golfinhos evoluíram da terra para a água. 

A espécie de golfinho mais conhecida é a nariz de garrafa – a do personagem Flipper –, com cerca de 2 metros e 250 quilos. 

O maior golfinho do mundo é a orca (que, aliás, é continuamente confundida e chamada de baleia), com quase 7 metros. A menor espécie é o boto-tucuxi, da Amazônia, com 1,2 metros.

Os maiores inimigos naturais dos golfinhos são os tubarões, as orcas e, obviamente, os humanos.

Um golfinho pode mergulhar até 300 metros de profundidade e nadar a 50 quilômetros por hora.

Os bandos de golfinhos podem ter de dois a quase mil integrantes.

O bico do golfinho é, na verdade, o seu maxilar. Os golfinhos costumam usá-los como arma de defesa durante ataques de tubarões. 

Centenas de milhares de golfinhos morrem todos os anos presos nas redes dos pescadores. Como não conseguem subir até a superfície para respirar, eles normalmente morrem afogados.

Golfinhos vivem de 20 a 30 anos.

A gestação das fêmeas dos golfinhos dura 12 meses.

Golfinhos só têm o cérebro menor do que o dos humanos. Em compensação, seu cérebro é mais pesado do que o nosso. O cérebro dos golfinhos é extremamente veloz para processar informações como dimensões e distância de um objeto. A propósito, os golfinhos usam uma espécie de sonar para se orientar no oceano. 

Assim como os chimpanzés, os corvos e os elefantes, os golfinhos conseguem se reconhecer no espelho.

Os golfinhos chamam uns aos outros por meio de sinais que poderiam ser decodificados como nomes. 

Verdadeiros tarados. É isso o que os golfinhos machos são. Além de copular várias vezes ao dia, eles tentar fazer sexo com objetos inanimados, tartarugas… Bandos de machos também cometem estupros coletivos. 

Uma bizarrice sobre os golfinhos: o pênis do animal é capaz de agarrar objetos, funcionando como uma mão.

Você sabia que existe uma espécie de peixe que se alimenta das fezes dos golfinhos?

Metade do cérebro dos golfinhos permanece “ligado” durante o sono.

Orcas vivem em bandos de até 40 animais. Elas se alimentam de peixes, focas, filhotes de baleias, lulas, pinguins e até outros golfinhos. Uma orca macho adulta costuma comer 160 quilos de alimento por dia. 

Os botos da Amazônia possuem um corpo mais flexível do que os seus primos marinhos, provavelmente para nadar entre as árvores durante os períodos de cheia.

Um dos animais mais raros do mundo é o baiji, uma espécie de golfinho de água doce chinês – também conhecido como golfinho do Yang-Tsé. Há anos que ele não é visto, tanto que foi considerado extinto em agosto de 2007.

Golfinhos ainda são caçados para servir de alimento em diversos países, principalmente na Dinamarca, mais precisamente no território das Ilhas Faroé, e no Japão.

Katia Ramos é uma Protetora Independente de Animais, apaixonada por bichos e, claro, pela Chow Chow Sharon Stone, de nove anos, que é uma celebridade pet.Moradora de Alphaville há 11 anos, Katia também participa de causas contra os maus tratos aos animais e também faz parte do Grupo das Meninonas S.A, de Alphaville, como Diretora de Proteção aos Animais.

Cãoluna
com Katia Ramos
Comentários