Colunistas

01/04/2012
Garrafas térmicas - desvendando segredos
Dr. Roberto Figueiredo

A garrafa térmica é um recipiente térmico composto de um corpo externo, frasco, jarra, garrafa e outros, e de uma parte interna constituída por uma ampola, principalmente de vidro, com a finalidade de obter o máximo isolamento para a manutenção da temperatura dos líquidos e alimentos contidos no recipiente.

Usualmente as garrafas térmicas são utilizadas para conservar a temperatura de bebidas e alimentos, quentes ou gelados. São fabricadas em diversas capacidades de armazenamento e normalmente incluem componentes ou dispositivos que possibilitam servir seu conteúdo em condições diversas de volume e de posição, tais como, rolhas de abertura parcial regulável, bombas manuais, bicos fixos, dentre outros.   É necessário escaldar a garrafa antes de colocar nela café ou chá quente?
Sim. Recomendo este procedimento, pois, com isto, a temperatura interna da garrafa térmica se estabilizará e o líquido permanecerá por mais tempo em conservação térmica.

Posso usar leite na garrafa térmica?
Não é aconselhável, pois este alimento é gorduroso e perecível, logo, não deve permanecer por um longo tempo fora da refrigeração. Caso use o leite, fazer a limpeza correta, utilizando detergente neutro, água morna e um pano ou esponja macia. Deixar a garrafa térmica aberta, para evitar eventuais odores decorrentes da utilização do leite. Recomendamos também não colocar o leite imediatamente após sua fervura, pois tal procedimento propiciaria a implosão da ampola por choque térmico.

Conservação:

A garrafa térmica pode ser usada tanto para líquidos quentes como para gelados, desde que, antes de sua utilização, seja feita a estabilização da temperatura interna conforme o líquido a ser conservado. Exemplo:

- para bebidas quentes, aquecer previamente o interior de sua garrafa com água quente (não fervente) por alguns minutos antes de utilizá-la;

- para bebidas frias, esfriar previamente o interior de sua garrafa com água fria alguns minutos antes de utilizá-la (não por pedras de gelo dentro da garrafa, pois podem quebrar a ampola).

Recomendações:

- utilizar a capacidade total da garrafa, pois o líquido permanecerá por mais tempo em conservação térmica;

- manter sempre bem ajustados os componentes (rolha e fundo) do seu produto;

- não utilizar as garrafas térmicas com bebidas gaseificadas, pois propiciam eventuais vazamentos externos e, no caso de garrafa com ampola de vidro, existiria a possibilidade da explosão da ampola, devido ao aumento da pressão interna provocado pela liberação destes gases;

- manter a garrafa sempre na posição vertical, para evitar vazamento;

Higienização no dia-a-dia:

Para retirar os resíduos que ficam impregnados nas paredes internas da garrafa térmica, fazer uma mistura, para toda a capacidade volumétrica da garrafa térmica, de água quente e uma colher de bicarbonato de sódio. Deixar repousar por algumas horas e, a seguir, enxaguar com água morna para a remoção total destes resíduos impregnados. Em seguida, secar com pano macio, deixando a garrafa aberta quando não estiver em uso. Nunca utilizar água sanitária ou cloro para a higienização, pois poderá haver reação com a borracha de vedação e alteração do material.

Não utilizar escovas para garrafas (tipo das utilizadas para lavar mamadeiras), pois poderão riscar e mesmo haver riscos de quebra da ampola de vidro.

Garrafas térmicas tipo rolha

Este tipo de garrafa térmica é o mais antigo e simples; neste caso, o procedimento de limpeza também é simples: usar sempre água morna ou quente com detergente neutro e, após o enxague, deixar a garrafa sempre aberta quando não estiver em uso, até secar totalmente.

Garrafas térmicas tipo pressão

Este tipo de garrafa térmica tem mecanismos bastante interessantes. Segundo o fabricante, ao pressionarmos o centro da tampa, empurrando o fole para baixo, ocorre injeção de ar para dentro da garrafa térmica que está hermeticamente fechada. O líquido ficando pressurizado irá ser elevado para dentro do tubo que está imerso até o fundo da garrafa, saindo para o exterior. O fole não apresenta contato com o líquido, no entanto, tendo em vista vapores e mesmos respingos, existe uma impregnação de sujidades para dentro dele, havendo a necessidade de uma limpeza periódica deste fole externa e internamente. O procedimento para desmontagem e limpeza deste fole poderá ser obtido pelo catálogo ou consultando o departamento técnico do fabricante de sua garrafa.

A parte interna da garrafa térmica deve ser lavada normalmente: usar sempre água morna ou quente com detergente neutro e após enxágue. Deixar a garrafa sempre aberta quando não estiver em uso, até secar totalmente.

O biomédico, especializado em bacteriologia, Dr. Roberto Figueiredo, a cada mês, trata de um tema relacionado aos perigos microscópicos que se escondem no nosso cotidiano. Acesse também: Dr. Bactéria no Instagram - drbacteriaoficial

Dr. Bactéria
com Dr. Roberto Figueiredo
Comentários