Colunistas

31/07/2017 19:53 - Atualizado em 31/07/2017 19:53
Você sabia?
Claudio Mortari Jr.

Janeth dos Santos Arcain

Nascida em Carapicuíba no dia 11 de abril de 1969, foi uma de nossas principais jogadoras de basquetebol, seguida de Paula e Hortência. Atuava como ala-armadora e foi uma das expoentes da seleção, sendo campeã mundial em 1994 e vencedora de duas medalhas olímpicas.

Janeth é a terceira maior pontuadora da história da seleção, tendo anotado 2.247 pontos em 138 jogos oficiais, média de 16,3 pontos por jogo. Jogou em Ourinhos, Higienópolis (Catanduva), BCN, Jundiaí, Sorocaba, Santo André, Vasco da Gama, São Paulo/Guaru, Houston Comets (EUA) e Valência (Espanha). Na WNBA, a versão feminina da NBA, atuou pelo Houston Comets, pelo qual foi tetracampeã da liga norte-americana.

Teve sua primeira convocação para a seleção em 1986. Foi campeã mundial em 1994, pan-americana em 1991, e participou das quatro primeiras Olimpíadas do basquete feminino brasileiro, vencendo prata em Atlanta 1996 e bronze em Sydney 2000. Em Atenas 2004, ficou em quarto lugar, se tornando a maior cestinha da história do torneio olímpico, recorde superado apenas em 2012 por Lauren Jackson.

Inicialmente disposta a se aposentar após o mundial de 2006 no Brasil, em que ficou em quarto, Janeth decidiu se manter na seleção até o Pan de 2007 no Rio, onde se aposentou do basquetebol profissional com a medalha de prata.

Bruno Correa Fernandes Caboclo

Mais conhecido como Bruno Caboclo, nascido em Pirapora do Bom Jesus no dia 21 de setembro de 1995, é um jogador de basquetebol profissional que atualmente joga pelo Toronto Raptors, da National Basketball Association (NBA).

No dia 26 de junho de 2014, Caboclo foi draftado na vigésima escolha do Draft de 2014 pelo Toronto Raptors. Fez sua estreia pelo Toronto no dia 21 de novembro de 2014, contra o Milwaukee Bucks, anotando 8 pontos, sendo com uma bela ponte aérea e duas cestas de 3 pontos, e ainda dando um toco. Teve seu nome gritado pela torcida dos Raptors e foi muito aplaudido. Bruno ainda disse em uma entrevista ao "Esporte Espetacular" que não se importa se está jogando os jogos ou não, ele só pensa em ajudar o Toronto Raptors.

2014 Olimpíadas de Inverno

O atleta do GRB - Grêmio Recreativo Barueri, Davidson Henrique de Souza, o Bokão, da equipe de Atletismo, foi convocado pela Confederação Brasileira de Desportos no Gelo, para integrar a Equipe Brasileira que disputou as Olimpíadas de Inverno em Sochi, na Rússia, na prova de Bobsled.

Com pouco mais de um ano de treino, justamente após quatro anos de bloqueio da CBDG, a equipe conquistou uma vaga para disputar os quartetos. Com o 29º lugar entre 30 times, à frente do Canadá III (que se acidentou na segunda bateria), o time ficou fora da bateria decisiva. Mesmo assim, o time ficou satisfeito com a performance.

ATC - Inaugurado em 1976

No dia 02 de setembro, era fundado o Alphaville Tênis Clube, um audacioso projeto idealizado pelos engenheiros Yojiro Takaoka e Renato Albuquerque. Misturada à história do bairro de Alphaville, o Clube foi criado para se tornar um refúgio aos novos moradores do local. Com ginásios poliesportivos, locais para festas, piscinas, quadras e tantos outros espaços para a prática esportiva e social, logo se tornou o ponto de encontro obrigatório de vizinhos que escolheram o lugar para trabalhar e morar.

Por falar em festa de comemoração. A tradicional festa de aniversário do ATC, neste ano será bem especial.

Sportville - Inaugurado em 1994

O Sportville é um centro de treinamento de excelência. Com área total de 30.000 m² em meio à natureza, proporciona bem-estar, tranquilidade e privacidade total, tudo isso localizado em Barueri.

Desenvolvido para atender a todas as modalidades esportivas com espaço e condições ideais, o projeto foi idealizado pelo técnico de voleibol José Roberto Guimarães (único técnico tricampeão olímpico com seleções masculina e feminina do mundo), que aplicou toda a sua expertise no local, criando um espaço capaz de fornecer a mais sofisticada infraestrutura física, técnica e administrativa para o excelente desempenho de seus hóspedes. 

Infraestrutura da Prefeitura Municipal de Barueri

Barueri possui instalações esportivas de dar inveja a qualquer cidade:

Ginásios cobertos = 14
Quadras descobertas = 32
Campos de futebol = 8
Pistas de Skate = 9
Canchas de Bocha = 4
Pista de Atletismo = 1
Academia de Ginástica Artística = 1
Academia de Lutas Marciais = 1

História do futebol amador de Barueri

Nos anos 40, o único esporte que mobilizava a população era o futebol. O Barueri F.C. foi fundado em 1920, já a A.D. 1º de Maio tem fundação em 1947. X de Setembro e E.C. São Bento foram fundados em 1950. O primeiro campeonato municipal de futebol aconteceu em 1975. 

“O Barueri Futebol Clube era importantíssimo na região e teve seus grandes astros de futebol. O mais antigo era Napoleão Berzaghi, que era um grande craque. Hoje chama-se de meio campo, mas na época era center alfo. Neste tempo, tinha um goleiro chamado Orlando do Monte, também muito bom. Certa vez o Palestra Itália veio jogar aqui e o convidou para um teste no Parque Antártica. Na ocasião, o goleiro do Palmeiras era também goleiro da seleção brasileira, o Jurandir.

A direção da equipe convidou Orlando do Monte para o Palmeiras, como reserva do Jurandir, ao que ele respondeu: “de reserva eu não fico”. Nosso primeiro prefeito, Nestor de Camargo, era um dos melhores centroavantes da região. Outro grande atleta barueriense é Duri, que já atuou no Bragantino, no Inter de Limeira, entre outros. Iraci de Souza é outro senhor craque. E outros que não me lembro. Barueri tinha esquadrão respeitável e Itapevi era o freguês. O único que rivalizava era o sul-americano, de Carapicuíba. Quando se encaravam era um clássico da região. Além do futebol, os jovens gostavam de jogar vôlei no Largo São João Batista, na rua mesmo, pois passavam carros de meia em meia hora.

As partidas eram amistosas, até que Antonio Faustino dos Santos, duas vezes prefeito e presidente da Câmara Municipal de Carapicuíba, fundou a Liga Barueriense de Futebol, abrangendo também Carapicuíba. Em 1955, na final da competição, Barueri enfrentava o São Bento, grande equipe de Carapicuíba que tinha uma fera, o Benê, que já tinha jogado no São Paulo e na Seleção Brasileira. Mas o título ficou para Barueri, com gol de Iraci, gol este que marcou sua carreira. Em 1962, o BFC teve suas portas fechadas, perdeu sua sede, que não era própria - pertencia a Atílio Tolaini”.

Depoimento de Benedito Adherbal Farbo - Editor do Jornal D´Oeste e autor do livro “Estória da História de Barueri”. Entusiasta da história da cidade, “Nini” faleceu em 27 de Agosto de 1996.

Além destas que citei, tem muitas coisas bacanas por aqui. Se souber de alguma curiosidade e queira compartilhar conosco, mande e-mail com a descrição curiosidades de nossa região, que publicarei na próxima edição.

Abraço a todos e até a próxima!!!

Claudio Mortari Jr. é profissional de Educação Física especialista em Treinamento Desportivo, Gestão Estratégica de Negócios e Marketing. Atuante na área de Gestão Esportiva, organização de eventos e competições esportivas. Contato: mortarijr@terra.com.br

O Mundo do Esporte
com Claudio Mortari Jr.
Comentários