Colunistas

21/09/2016 11:15 - Atualizado em 21/09/2016 11:15
Prepare-se para a virada de mercado
André Freire

Com o desfecho do longo processo de impeachment, finalmente acreditamos que o mercado aos poucos irá retomar a confiança e os investimentos. Nosso negócio costuma ser um dos primeiros a sentir os efeitos da crise e também um dos primeiros a sair da mesma, ou seja, normalmente a consultoria para contratação de altos executivos trabalha muito mais com as expectativas de cenário do que com o cenário em si. Isto colocado, temos sentido nas últimas semanas uma movimentação importante de descongelamento de posições executivas no mercado, seguidas, ainda que timidamente, de um investimento expansionista em alguns setores. Posições de ataque, tais como Diretoria de Vendas e Marketing, têm sido muito requisitadas, o que demonstra que as empresas estão começando a enxergar oportunidades futuras e investindo em pessoas para não ficarem para trás quando o mercado voltar.

Mas o que os líderes e os executivos precisam saber para se prepararem para a virada de mercado que vai chegar cedo ou tarde?

Em curto prazo, existe muita gente boa disponível no mercado. É uma pena esta constatação, mas muitos gestores excelentes se encontram em transição de carreira e a grande maioria dispostos a pagar um pênalti financeiro para se recolocar em uma boa empresa, com um bom projeto. Sabemos que o mercado é cíclico e que com o retorno das atividades, os bons profissionais rapidamente serão recolocados, assim o momento é excelente para pensar em estruturar seu time com excelentes jogadores, com um custo bem mais acessível. Executivos em transição de carreira aceitam ganhar menos quando não enxergam oportunidades no horizonte. Isto deve acabar em muito breve, aproveite o momento.

Você vai seguir trabalhando com poucos recursos. Por mais que o mercado volte, as empresas possuem reação lenta. A grande maioria delas demora mais do que deveria para reagir quando o mercado retoma e demora mais para cortar custos quando ele começa a cair, como se fosse uma onda atrasada. Prepare-se para continuar a fazer mais com menos, mas com expectativas mais contundentes de pressão por resultados, pois as empresas passam a enxergar crescimento, mas vão seguir relutantes em investir. Busque inovar por meio de novos produtos, canais e estruturas e de profissionais com uma visão diferente de mercado.

O profissional generalista vai se dar melhor na retomada. Com a recessão de mercado, profissionais que possuem experiência mais generalista serão os primeiros a serem recontratados pelas empresas. Muitas reduziram drasticamente seus quadros e devem retomar por meio de executivos que possam abraçar mais áreas e pessoas. Hoje é comum se contratar um CFO que tenha RH, Jurídico e TI sob sua responsabilidade, além de Finanças. Se você está empregado, busque ter a maior experiência possível em áreas diversas para se manter no radar das consultorias e das empresas.

Busque autoconhecimento e oportunidades de networking. Essa dica vale para qualquer momento de mercado, mas em especial para este de retomada. Autoconhecimento por meio de programas de coaching, mentoria ou grupos diversos é uma prática extremamente recomendada para executivos em qualquer fase da carreira. Amplie seu networking e trate este tema como um dos mais importantes na sua agenda, e não como algo eventual. Saiba se vender e contar sua estória de vida e de carreira de forma estruturada e energética. Seja ativo nas redes sociais e ativista em suas atividades.

André Freire é Sócio-Diretor da consultoria de Executive Search e de Desenvolvimeto de Lideranças EXEC. Também é Conselheiro de Administração, Coach de empreendedores, executivos e jovens herdeiros, sócio do YPO – Young Presidents Organization e professor da FGV na cadeira de Gestão Estratégica de Pessoas. Mora em Alphaville há 31 anos.

Vida Corporativa Plena
com André Freire
Comentários