Colunistas

04/05/2016 13:07 - Atualizado em 04/05/2016 13:07
Coaching parece ser a palavra da moda
André Freire

Hoje em dia qualquer pessoa, com qualquer formação e histórico, se vende como alguém que milagrosamente pode ajudar outros em suas vidas e carreiras por meio do coaching. Essa metodologia sem dúvida pode ser poderosa, mas antes de sair contratando qualquer pessoa, seguem algumas dicas para não se frustrar:

1 - Entenda bem qual o seu objetivo com o coaching. Se for aconselhamento, possivelmente uma mentoria seria mais adequada. Se for alguma questão de vida mais complexa, uma terapia poderia ser mais indicada. O coaching não serve para qualquer caso.

2 - Após entender o objetivo com o coaching, procure buscar um coach experiente. Um coaching de carreira requer um profissional com experiência executiva, assim como um coaching de vida seria melhor trabalhado por um coach com formação humana, e assim por diante.

3 - Coaching é um processo com começo, meio e fim. Não acredite em um coaching de longo prazo (mais de 1 ano, por exemplo), pois esta prática acaba criando um problema de dependência.

4 - A certificação em coaching é relativamente simples e os requerimentos para esta certificação são mínimos, assim desconfie de preços muito baixos e questione a experiência do coach, solicitando dados de contato de pessoas que passaram pelo processo com o profissional.

5 - Se você for um estudante, potencialmente um coach com formação superior e certificado possa ajudar, mas se você for um diretor de uma empresa e estiver buscando um coaching de carreira ou executivo por exemplo, será muito melhor assistido por alguém que passou por esta experiência executiva antes de virar coach, pois ele potencialmente vai entender melhor suas frustrações e desafios.

6 - Sessões de coaching podem variar de R$ 100 até R$ 5.000 a hora. Não existe uma tabela e preços padrão, e comparações são perigosas. Entenda sua necessidade, sua senioridade e sua capacidade financeira para depois comparar preços entre profissionais.

7 - Coaching pode ser um processo individual ou realizado com equipes, mas tome cuidado com quem vende coaching executivo em grupo para funcionários de níveis hierárquicos distintos. Não vai funcionar.

8 - Como em qualquer processo desta natureza, você tem que estar aberto em compartilhar com o coach. Entenda se você realmente está disposto a isto antes de iniciar um processo.

9 - A entrevista inicial com o coach não deve ser cobrada e se você sentiu que esta entrevista não criou empatia, desista do processo e busque outro profissional.

10 - Coaching pode mudar a sua vida, seja aberto e receptivo, você vai se surpreender!

André Freire é Sócio-Diretor da consultoria de Executive Search e de Desenvolvimeto de Lideranças EXEC. Também é Conselheiro de Administração, Coach de empreendedores, executivos e jovens herdeiros, sócio do YPO – Young Presidents Organization e professor da FGV na cadeira de Gestão Estratégica de Pessoas. Mora em Alphaville há 31 anos.

Vida Corporativa Plena
com André Freire
Comentários